quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

O pôr-do-Sol em Salvador, Bahia.




Há uma noção difusa entre os leigos de que as posições de por e de nascer-do-Sol variam no horizonte, ao longo do ano. Alguns sentem a diferença. Entretanto, é difícil para os que não anotam com mais objetividade materializar esta modificação, de ponta a ponta, em sua verdadeira dimensão. .
Isto, assim como as estações, é uma consequência de o nosso planeta Terra possuir uma inclinação do seu eixo de rotação de 23º27’ em relação ao seu plano de órbita em torno da nossa estrela Sol.
Fica mais fácil a observação das diferenças se tomarmos alguns pontos fixos como referência. Por exemplo, na imagem acima, o Sol aparece se pondo em dois momentos na Baía de Todos os Santos, atrás da Ilha de Itaparica, com vista a partir da lateral do antigo Forte de Santo Antônio da Barra, em Salvador.
Os Solstícios representam pelos dois pontos extremos de deriva do Sol no horizonte. É isto que vemos nesta imagem compósita. Chega o Sol, no máximo, até eles, iniciando então a trajetória de retorno. Permanece neste quicar anual, de um extremo a outro.
O por-do-Sol visto à esquerda foi fotografado no dia 21 de dezembro, marcando o Solstício de Verão, que ocorre neste dia ou 22 de dezembro, quando nasce às 05:06  e se põe às 17:59. A partir deste ponto, o por-do-Sol retornará, rumo Norte, o que significa para a direita nesta imagem.
Já o por-do-Sol da direita foi fotografado no dia 21 de junho, marcando o Solstício de Inverno, que ocorre neste dia ou 22 de junho, quando se nasce às 05:55  e se põe às 17:17. É o ponto máximo da caminhada do por-do-Sol rumo Norte, no horizonte. A partir daí, retornará rumo Sul, o que, na imagem, significa rumar para a esquerda.
Visão similar aparecerá se contemplarmos o nascer-do-Sol, que aparecerá bem separado para os solstícios de verão e de inverno.
No centro do caminho estão os Equinócios, momento em que, em sua órbita aparente, visto da Terra, a estrela Sol cruza o Equador. O por-do-Sol estará a meio caminho entre os Solstícios.
Ocorrem estes Equinócios a 20 ou 21 de março, quando nasce às 05:38  e se põe às 17:44, marcando o início do Outono, e 21 ou 22 de setembro. quando nasce às 05:24 e se põe às 17:30, anotando-se aí o começo da Primavera.
.
Fonte: SILVA FILHO, Rubens Antonio. "História Geológica da Bahia". Segunda edição. 2013.
.

Um comentário:

  1. Ótima forma de representar e explicar este fenômeno, aliado a bela montagem. Uma boa dica para orientação da sua casa, em complemento aos ventos dominantes.

    ResponderExcluir